O Décimo Terceiro Bolsa Família 2019 Exite? Entenda

O Bolsa Família é um programa de caráter social que permite auxílio financeiro para famílias de baixa renda. O programa acumula benefício, como por exemplo, o acréscimo por filho dependente na família. Mas será que o décimo terceiro salário entra nesta soma?

Esta inciativa acaba criando muitas dúvidas nos brasileiros, e se você quer saber se o décimo terceiro do bolsa família para o ano de 2019 realmente existe, leia o texto a seguir e entenda:

O Bolsa Família

O Bolsa Família é um programa de transferência de renda que visa subsidiar as necessidades básicas das famílias que se classificam na categoria de  pobreza e pobreza extrema.

Na teoria, o valor recebido por estas famílias deve ser destinado aos gastos com alimentação, vestimenta, transporte, saúde, educação, entre outros.

O valor da bolsa sofre influência direta do salário mínimo vigente. Por isso, há uma previsão de aumento Bolsa Família para o ano de 2019, devido ao reajuste no salário mínimo para o próximo ano.

Vale lembrar que o aumento da bolsa não tem a ver com a possibilidade do pagamento do décimo terceiro salário. Para entender melhor, continue lendo:

Décimo Terceiro do Bolsa Família

O décimo terceiro salário represento o abono natalino, paga ao final do ano para os trabalhadores que prestam serviços com a carteira assinada.

Como o Bolsa Família é um programa de transferência de renda e não possui caráter empregatício, ele não dá direito ao saque do décimo terceiro salário.

Entretanto, em contraste com esta informação, existem alguns estados brasileiros que proporcionam este agamento. Foi o caso de Pernambuco, em que o governador Paulo Câmara garantiu em sua campanha o abono natalino ara os beneficiados do programa.

O pagamento deste recurso não é previsto por lei, então não é obrigatório, mas pode ser possibilitado pelo governo de alguns estados. Você pode conferir na internet a previsão para a sua região.

Quem pode receber a bolsa?

Nem todo mundo pode ser beneficiado pelo auxilio do Bolsa Família. Para fazer parte do programa, é necessário antes cumprir alguns critérios básicos. Confira-os a seguir:

  • Para a categoria de pobreza extrema é necessário possuir renda mensal de até R$ 85,00 por pessoa;
  • Enquanto para a categoria de pobreza, é necessário possuir renda mensal por pessoa entre R$85,01 e R$ 170.

Se você está de acordo com os requisitos do programa, procure o órgão responsável pelo Bolsa Família na sua região e se informe para solicitar o auxílio.